Carregando...
Infância

Desfralde: respeite o tempo da criança

Você tá desesperada com o desfralde?

Então, senta aqui e vamos conversar.

Quando Artur tinha 2 anos e meio, achei que ele estivesse pronto pra desfraldar. Tentei. Foi um CAOS. Xixi o dia todo pela casa. Foram dois dias de estresse e eu decidi parar. Uma criança que não conseguia segurar nenhum xixi não podia estar pronta pro desfralde.

Até que depois de dois meses, eu percebi que ele não queria mais fazer xixi se estivesse sentado na cama ou no sofá. Ele descia mesmo estando de fralda. Achei que fosse um sinal. E foi! Tirei a fralda e adivinha só: nenhum xixi escapou. Nenhum xixi, nenhum cocô. Assim, tipo mágica. Seguimos sem fralda durante o dia e até ao parquinho ele começou a ir de cuequinha aos 2 anos e 8 meses. Fralda, só pra dormir.

Numa noite daquelas, eu estava muito cansada e acabei esquecendo de colocar a fralda. Acordei de manhã e… plim! Caramba! Que vacilo… Eu tinha esquecido da fralda! Pensei: tempo ruim, não vai secar nada. Botei a mão nele, que ainda dormia, e estava lá um menino lindo sequinho, sequinho.

É impressionante como as coisas andam bem quando a gente espera o tempo da criança, quando a gente respeita o processo, quando a gente tem um olhar cuidadoso aos sinais. E foi assim que ele seguiu de cueca durante o dia! Etapa vencida, e até que foi fácil. Tudo na minha maternidade foi difícil: gestação, parto, puerpério, bebê high need, amamentação, criança que não queria comer… Esse foi meu presente: um desfralde tranquilo.

Favoritos da Dany
Por favor, aguarde!

Cadastre o seu email e receba as nossas atualizações!

Digite seu nome e email e receba nossas atualizações assim que eles forem postados. Seja sempre o primeiro a saber das novidades!
%d bloggers like this: